Assaltante de correspondente ‘Caixa Aqui’ é preso em flagrante

Fotos: Polícia Civil
Conforme fora noticiado pelo site euclidesdacunha.com, em sua página Euclides Acontece, agentes policiais civis da 25ª Coorpin/Euclides da Cunha, com o apoio de guarnições da Polícia Militar do 5º BPM/Euclides da Cunha, prenderam em flagrante a pessoa identificada como Alécio Santos Borges (30), que deu como endereço a cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador, que está entre as mais violentas cidades do Brasil.
 
O malogrado assalto aconteceu entre 11h30 e 12h, contra um correspondente bancário da Caixa Econômica Federal “Caixa Aqui”, localizado na Av. Cel. Almerindo Rehem, uma movimentadíssima via pública da região central da cidade, o mesmo que já fora vítima, há poucos dias, da ação perpetrada por uma dupla de assaltantes que fugiram em uma motocicleta.
 
Na ação desta segunda-feira (05), dois meliantes, também de motocicleta, chegaram ao local e, um deles (Alécio), se dirigiu ao funcionário e, de revólver em punho, anunciou o assalto, enquanto o parceiro o aguardava em local próximo. Alécio chegou a efetuar um disparo de arma de fogo que atingiu a CPU do computador, como mostraram as imagens da câmera de segurança, que já se encontram em poder das autoridades policiais. Não fosse o barulho provocado pelo tiro, talvez, a ação não tivesse chamado a atenção das pessoas que trabalham próximo ao estabelecimento.
 
Ao ouvir o estampido do tiro vindo do local do assalto, o parceiro que o aguardava na motocicleta e facilitaria a fuga, talvez, imaginara que algo de errado não previsto no plano criminoso teria acontecido, empreendeu fuga deixando o colega de crime sozinho na “parada”.
 
Ao receber o comunicado sobre o assalto, uma equipe formada por agentes policiais civis do Serviço de Investigação, comandada pelo delegado Paulo Jason de Melo Falcão – regional da 25ª Coorpin/Euclides da Cunha, foi deslocada para o local, enquanto outra equipe, tendo à frente o delegado Paulo Sérgio Cardoso, juntava-se à primeira em busca de pistas que as levassem aos meliantes.
 
De posse de informações sobre as características físicas e a direção seguida pelo assaltante visto saindo do correspondente bancário, foi solicitado o reforço da Polícia Militar e duas guarnições em rondas ostensivas pela cidade juntaram-se aos policiais civis, buscas foram empreendidas, que culminaram com a localização do procurado quando este se encontrava no bairro Nova América.
 
Ao notar a presença das guarnições policiais, Alécio, que já se encontrava na Rua Fulgêncio de Abreu, principal via de acesso para a Rodovia BR 116/Norte, onde existe um ponto de automóveis que fazem transporte alternativo de passageiros para Tucano, Quijingue, etc., tentou evadir-se por um beco estreito que dá acesso ao parque da subestação de Energia da Coelba. Uma perseguição, a pé, foi iniciada pelo quarteirão e, na tentativa de se livrar dos agentes de segurança pública, pulou vários muros de residências e até uma cerca de uma roça próxima; porém, foi localizado e preso pela equipe comandada pelo delegado Paulo Jason, quando tentava se esconder dentro de um quarto de uma residência que havia invadido. 
 
Em conversa com a equipe de reportagem do site euclidesdacunha.com, Dr. Paulo Jason elogiou e até agradeceu aos populares que, com suas informações precisas, em menos de uma hora, após o registro do fato, ajudaram na localização e prisão do autor-confesso deste tipo de crime que vem sendo cometido em Euclides da Cunha e precisa ser combatido com rigor. A arma usada pelo criminoso, um revólver calibre 38, municiado com cinco projéteis intactos e uma capsula deflagrada, foi localizada e apreendida, bem assim, toda a quantia em dinheiro roubada.
 
“A colaboração da comunidade, com informações precisas, tem sido de grande valia para elucidação de crimes e desenvolvimento de ações preventivas por parte da polícia”, disse Dr. Paulo Jason.  A autoridade disse ainda que o Serviço de Investigação já teria identificado o parceiro de Alécio, um meliante de Euclides da Cunha, que segundo confissão do parceiro preso, fora o autor do convite para praticarem assalto na cidade. Os investigadores descobriram que duas motocicletas de cores diferentes foram usadas como forma de confundir e dificultar a identificação da dupla criminosa.
O Serviço de Investigação já intensificou os trabalhos para localizar e prender esse segundo elemento e, mais uma vez, pede a colaboração da população, denunciando e oferecendo mais informações sobre o parceiro de Alécio e outros criminosos, pelo telefone 181, 3271-3712 (Polícia Civil), 190 Polícia Militar, sem que haja necessidade de se identificar. A ficha criminal de Alécio está sendo levantada, pois há informações que o mesmo é contumaz em práticas criminosas. 
 

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/1933