Público prestigiou forró pé de serra do Buteco do Dadá

Fotos: José Dilson


O tempo meio jururu deste sábado (15), parecia que o Boteco do Dadá teria uma plateia pequena. Mas a partir das 19h, surpreendentemente, o espaço ficou repleto de pessoas que foram prestigiar mais uma edição do forró pé de serra no Boteco do Dadá, na Praça Duque de Caxias, que teve o veteraníssimo sanfoneiro Zé de Cirilo como principal atração dentro de um rodízio de apresentações de sanfoneiros, músicos instrumentistas, percussionistas de Euclides da Cunha.

Além de Zé de Cirilo, também marcaram presença os excelentes sanfoneiros mestre Cesário do Acordeom, Romero Silva, Rato Branco, Raimundo do Belo, Barão, além de Rochedo do Nordeste e os percussionistas Toínho de Bina, Daniel, Jeferson, Zé Adelson, Marcos Júnior e Val, estes últimos formados na Tendinha Cultural sob a orientação do velho poeta prof. Ohniram Marinho.

Foi uma das melhores tardes/noites do Buteco do Dadá, com a galera se divertindo bastante, cantando e dançando grandes sucessos do forró tradicionalmente nordestino de raiz, principalmente nas execuções dos veteraníssimos Raimundo do Belo e Rato Branco, do jovem músico Vaninho San, que tem se destacado pelo excelente trabalho apresentado em várias cidades da região, pela qualidade do instrumental, vocal e repertório bem ao gosto popular. Vaninho San é um nome do nosso forró bastante requisitado para animar festas na região, além de Marcos Brito (Forró do Cumbe), Cristiano Oliveira, um excelente artista forrozeiro profissional, Chico de Oliveira, Antônio Rocha e Cabelo de Milho também apareceram, porém, não deram uma palhinha, apenas, marcaram presença.

Outras personalidades também estiveram por lá, entre elas, o escritor e poeta Carlos Eduardo de Oliveira Andrade (Duda), membro da Academia de Letras e Artes de feira de Santana, que se divertiu bastante juntamente com amigos; o vice-prefeito de Euclides da Cunha, Betão Campos. Até a lua, “meio com cara de zangada”, talvez por inveja por estar visível, porém, muito distante do som das sanfonas choradeiras, apareceu entre os galhos do jardim da velha e tradicionalíssima Praça Duque de Caxias, para dar uma olhadinha na galera forrozeira.

Veja na página Tô no Site/euclidesdacunha.com, fotografias deste evento que tem o Site euclidesdacunha.com como parceiro cultural e divulgador, como o objetivo de preservar o forró pé de serra originalmente nordestino autêntico de raiz, cantado, tocado e decantado no mundo inteiro na voz dos eternos Luiz Gonzaga, Zé Gonzaga, Dominguinhos, Pedro Sertanejo, Oswaldinho do Acordeom, Sivuca, Jackson do Pandeiro, Elino Julião, Marinês, Camarão, Trio Nordestino, Trio Sabiá, Anastácia, Flávio José, Alcimar Monteiro, Adelmário Coelho, entre tantos nomes consagrados que já não se encontram mais entre nós e outros que continuam desfraldando esta bandeira que tem cores e cheiro de caatinga e dizeres sertanejos de “Viva o Forró!”.

*Por motivo técnico, várias fotografias de pessoas e artistas que se encontravam no Buteco do Dadá deixaram de ser postadas, como de costume. Por isso, pedimos desculpa para as pessoas que gentilmente posaram para a nossa lente e não tiveram a fotografia publicada. Sábado que vem tem mais. Até lá, então.


Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2442