Polícia prende casal que matou e carbonizou o próprio irmão

Fotos: Polícia Civil

Agentes policiais civis de Euclides da Cunha e Tucano, comandados pelo delegado Paulo Jason de Melo Falcão, regional da 25ª Coorpin, em Euclides da Cunha, cumpriram mandados de prisão temporária, que pode ser transformada em preventiva, expedidos pela Justiça da Comarca de Tucano, em desfavor de Albertino Jesus de Andrade, conhecido como “Marreta”, e Luciene Jesus de Andrade, conhecida como “Fia”, ambos são irmãos, acusados pelo crime de homicídio qualificado, tendo como vítima Elisvaldo Jesus de Andrade, irmão do casal preso nesta quarta-feira (30).

 
Os mandados de prisão foram cumpridos respectivamente em Tucano e Ribeira do Pombal, onde os fraticidas se encontravam e foram descobertos e localizados pelas equipes de investigação. O crime aconteceu no povoado de Pedra Grande, meio rural do Município de Tucano, no dia 17 de dezembro de 2018, por volta das 06h, teve grande repercussão em todo o Município, e foi praticado com requinte de crueldade, pois, além de matarem o próprio irmão, os criminosos tocaram fogo no cadáver, talvez, para ocultar o crime ou dificultar as investigações.  
 
Segundo ficou apurado pelas autoridades policiais, o crime foi motivado por desentendimento entre os irmãos, por quem deveria ser o condutor de um veículo recém adquirido pela genitora dos envolvidos. Os irmãos criminosos foram autuados e enquadrados em ação penal por ‘homicídio qualificado’. 
 
*Com informações e fotografia: Polícia Civil/25ª Coorpin.
 

Publicado em: http://www.euclidesdacunha.comnews/print/id/2796