Luan Santana: Quanto maior a carência, mais cego é o Amor

Quer realmente saber se a pessoa que está contigo vale a pena investir seu tempo?

Sugiro primeiro que você busque identificar o que você tem esperado dessa relação. Se sentir que está depositando muito da sua felicidade no outro ou projetando a solução de todos os seus problemas afetivos nela, possivelmente você vai enxergar apenas aquilo que você quer que exista.

Ou seja, vai ver apenas o lado bom da relação, contentando-se inclusive com migalhas afetivas por acreditar que isso signifique algum tipo de amor profundo que está escondido no coração do seu amado (a), sendo seu dever encontra-lo, já que você acredita ser a única pessoa que enxerga o que está por trás de todo aquele desprezo e frieza que ele (a) lhe dá. Grande engano!

Amor é uma coisa que transborda. Se não se encontra em abundância, como poderíamos dar alguma importância a algo tão raso e medíocre?

O amor exige decisões lúcidas. Chega de ir por impulso ou ser movido pela carência, encontre os motivos certos e aprenda a selecionar quem realmente merece sua dedicação.

Por isso, acredito que o verdadeiro amor é construído primeiro pelo autoconhecimento, pois uma vez que, de forma bem sincera, eu consiga entender o que me faz feliz, não permitirei que alguém me dê algo menor do que isso.

Contudo, se você estiver em busca de alguém para tapar o seu vazio existencial ou para escapar da solidão, você será a pessoa mais infeliz independentemente de quantas relações você tenha.

Abra seus olhos, o amor verdadeiro é feito essencialmente de verdades (o óbvio também precisa ser dito), por isso seja primeiro sincero com você mesmo e compreenda claramente se o que você sente é algo profundo e que te faz bem ou é apenas medo de não nunca ser amado, trazendo junto consigo todo tipo de ansiedade e angústia só de imaginar que um dia possa perder seu parceiro (a).

Psicólogo Luan Santana
CRP: 03/11290

#amor #relacionamento #carencia #psicoterapia #paz #fe #feliz #felicidade #jesus #equilibrio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *