Luan Santana: Como superar as preocupações dessa vida

– Por que você acha que as pessoas perdem suas noites devido a preocupação?

– ah, é porque elas são negativas quanto ao seu futuro. Ou talvez porque elas achem que ao pensar em alguém ou em algo elas poderão achar uma solução perfeita ou ter controle sobre os eventos. Ou porque estão cheias de arrependimentos. Ou quem sabe é porque elas não sabem o que fazer da vida e se sente angustiadas ou ansiosas.

– sim sim, todos esses motivos são válidos, mas sabe o que tem por trás de todos eles?

– Não, o quê?

– medo, muito medo. Quanto mais medo, menos elas agem, e mais elas pensam em porque não conseguem agir, procurando algo para se culpar. E quanto mais elas se sentem incapazes de agir mais elas pensam nos outros e menos em si mesmas. E quando se esquecem de si, elas perdem sua alegria de viver e passam a ser escravas de seus pesadelos.

– e como podemos mudar isso?

– Ora, é muito simples. Difícil de praticar, mas é simples.

– Como?

– Elas precisam lembrar que a solução não está nos pensamentos noturnos, mas nas atitudes que elas devem tomar durante o dia.

– e como faz para que uma pessoa com medo tome decisões?

– ela deve lembrar que a vida é dela e ninguém vai ser capaz de resolver seus problemas..

– Tudo começa com ela sentindo que é importante mudar. E aí trocar a preocupação pelo planejamento, o medo pela fé e a culpa pelo desejo de ser livre. As noites então deixarão de ser difíceis e vazias e passarão a ser o momento para sentir orgulho pelo que anda fazendo.

Pense comigo:
Porque você sempre pensa no pior?
Qual foi a última vez que tomou uma decisão priorizando sua felicidade?
Quem ou que deixa sua vida tão pesada?

Não se preocupe, antes aprenda a lidar com um dia de cada vez. Seja paciente e entenda que isso se resolve tomando decisões e não se remexendo na cama, lamentando sua infelicidade.

Em outras palavras, o que cura preocupação é a paixão. Quanto mais apaixonados somos pela vida, mais sentimos que ela é uma dádiva e não uma eterna tragédia irreversível.

Psicólogo Luan Santana
CRP:03/11290

Uma resposta para “Luan Santana: Como superar as preocupações dessa vida”

  1. MUITO INTERESSANTE! O medo pode ser a desgraça da vida e parece ser uma ameaça indesejável. Lembro-me do personagem-narrador do Conto FAMIGERADO, de João Guimarães Rosa. O personagem – que fica óbvio ser médico – recebe um grupo de jagunços, liderados por um tal de Damásio, muito famoso pelos seus crimes e atrocidades, mas que procura o médico para obter a “cura” para uma palavra que ouve da parte de “um moço do governo”. Sentindo-se oprimido pela presença dos jagunços diante de sua casa, o médico socializa: “o medo me miava”. Às vezes o medo é como um gato que mia dentro do peito e dentro da noite. Não obstante, ainda caminhando com Guimarães Rosa, Riobaldo e Reinaldo; personagens da Obra GRANDE SERTÃO: VEREDAS e da minissérie do mesmo título, ainda crianças encontram-se no Rio São Francisco e resolvem passear em uma canoa alugada quando Reinaldo começa a saculejar a canoa no meio do Rio. O companheiro Riobaldo teme que ela vire e adverte ao amigo. Este responde: “Carece de não ter medo!” Perplexo, Riobaldo argui: “O que é que a gente sente quando tem medo”. A resposta vem em cima da bucha: “Costumo não”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *