GIRO EUCLIDES: Avenidas e ruas do centro comercial mais vazias com a proibição do bandeiraço

Esta quarta-feira, 11, dia sem atos de campanhas presenciais em todo o estado da Bahia em virtudes da decisão do TRE, mas reformulada, teve impactos significantes na quantidade de pessoas em circulação na cidade de Euclides da Cunha. Com a proibição do bandeiraço, entre outros atos políticos, as ruas e avenidas dos setores comercial e financeiro ficaram mais vazias.

Conforme editorial desta terça-feira, 10, foram vedados comícios, passeatas, bandeiraços, caminhadas, bicicleatas, cavalgadas, motoatas, carreatas e similares, distribuição de panfletos, folhetos, adesivos e outros materiais de campanha. No editorial desta quarta-feira, 11, já consta a revisão das normas eleitorais, por parte do TRE, que libera carreatas e a distribuição de material gráfico nos comitês ou diretamente nas residências de eleitores.

Naturalmente, os dias de terça-feira, quarta-feira e quinta-feira tem redução significativa na quantidade de pessoas e veículos em circulação pelos setores comercial e financeiro. Mas sempre há o registro de filas em correspondentes bancários. A agência dos Correios de Euclides da Cunha, desde que reabriu para atendimento após a greve, nas últimas semanas, registra filas diariamente.

Esta quarta-feira completa uma semana que as chuvas cessaram. Nesse período o sol tem se mostrado predominante ao longo do dia, com boa formação de nuvens, mas as temperaturas já começaram a subir novamente. Previsões meteorológicas indicam que em uma semana o calor vai aumentar e a temperatura deve ultrapassar a marca dos 35°C.

  • FEIRA LIVRE ANTECIPADA PARA A PRÓXIMA SEXTA-FEIRA, 13
    Em decreto publicado nesta terça-feira, 10, o prefeito Luciano Pinheiro (PDT) antecipou para a próxima sexta-feira a tradicional Feira Livre, da Central Municipal de Abastecimento, e a Feira Livre de Animais. Além disso, o Decreto suspende o funcionamento do comércio no próximo sábado, 14, a partir das 16h até às 18h do próximo domingo, 15, dia da eleição, com exceção aqueles estabelecimento comerciais considerados de natureza essencial. Essa última medida se aproximada da já existente exigência da Legislação Eeitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *