Retorno do feriado ao dia de sábado não representou movimento expressivo

Sábado (15), dia de feira livre em sua tradicional data da semana após várias semanas sendo realizada às sextas-feiras em virtudes dos decretos executivos visando o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A expectativa criada por parte dos comerciantes é que seria um sábado bem movimentado, com grande quantidade de pessoas do interior de Euclides da Cunha e municípios circunvizinhos, mas não isso não ocorreu. O fluxo de pessoas foi moderado, típico de um dia de feira livre na sexta-feira.

O dia foi bastante chuvoso, principalmente na cidade. Isso também impacta na quantidade de pessoas em circulação, seja da sede, seja do interior. Aliás, quando o clima é chuvoso, a partir da segunda semana do mês de maio, os produtores rurais da região evitam descolamentos até a cidade, pois usam esse tempo precioso para o preparo das terras para o plantio ou a própria plantação de grãos de milho e feijão visando a safra anual.

Neste sábado, ao menos dois acidentes automobilísticos foram registrados, um na BR 116/Norte, outro na estrada que liga a sede ao distrito de Ruylândia. O acidente na estrada que liga a sede ao distrito aconteceu na proximidade da localidade de Tanque da Nação, por volta das 18h. Trata-se da queda de duas pessoas que estavam em uma motocicleta e acabaram se ferindo após caírem no chão quando o condutor perdeu o controle do guidão. Na rodovia o registro foi de uma colisão envolvendo um carro de passeio e um caminhão, fato ocorrido por volta 20h30, perto do bairro Urbis (Populares). A colisão foi lateral no instante em que o veículo de passeio tentara acessar a pista de rolamento, sem registro de feridos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *