Nativus do Cumbe terá edição virtual neste sábado (26)

Hoje os foliões do Nativus do Cumbe estariam preparando suas roupas típicas, amaciando o chinelo de couro para dançar muito forró pelas avenidas e ruas centrais de Euclides da Cunha – BA, mas a alegria exata deu lugar para a saudade. Sábado sempre foi, sem dúvidas, o dia mais esperado no calendário junino e todos sabemos por qual razão – Era tempo de festejar a tradição nordestina.

No final do dia, o coração já acelerava e pulsava no ritmo da zabumba, já sentíamos o gosto do licor, a ansiedade e o êxtase eram confundidos juntamente com outras sensações. A caminhada até o ponto de encontro parecia atalho para a felicidade, quem estivesse empunhando a caneca de barro e usando um chapéu de palha certamente era camarada, o sentimento de amizade excedia sob aqueles que dançavam e cantavam o forró no percurso realizado pelo Nativus do Cumbe, tornando essa festa além de bonita, acolhedora e afetuosa. É bonito ver o “forró pé-de-serra andante” passar com suas cores celebrando a cultura do nordeste, entretanto esse ano partilhamos somente as lembranças que ardem tangíveis na nossa memória como fogueira de São João.

O atravessar do período pandêmico define outro ano sem vivenciar o extraordinário proporcionado pelo Nativus do Cumbe, sabemos que “saudade assim faz doer e amarga que nem jiló” como já foi dito por Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, entretanto a palavra de ordem é: Resiliência, e, vamos aliviar o espirito com as transmissões ao vivo, mantendo o peito aquecido com as Lives no YouTube logo mais, veja a programação:

Apresentação – 26/06

16h – Live “Ai que saudade que eu sinto”;
20 – Live Forró no escuro.

Transmitido através do canal do YouTube do Nativus do Cumbe, acesse o link e inscreva-se no canal: https://youtube.com/channel/UCJhAUNZefGI6qRabHDI6VYw

 

Por: Redação/euclidesdacunha.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *