06 MESES SEM JOSÉ DILSON PINHEIRO

Por: Danilo Marcel Pinheiro

Sorriso fácil, voz marcante, gargalhadas ao contar e ouvir histórias, jeito prestativo com todos, foram, sem dúvida, as lembranças que ficaram para muitos que conheciam José Dilson.

Meses antes de ir ao ar o primeiro site de notícias da região (euclidesdacunha.com), José Dilson Pinheiro foi convidado para fazer parte da equipe.

Ele, antes do euclidesdacunha.com, foi vereador da cidade de Quijingue-BA, trabalhou em diversas empresas, inclusive com cargo de gerente. Cantou muito nos anos 70 no antigo ACRE, em Euclides da Cunha. Destacou-se nas emissoras de rádio local apresentando programas institucionais. Apresentou por diversos anos, como locutor de palco, o Arraiá do Cumbe.

Seria então um enorme desafio para ele. Sempre trabalhando como radialista e locução de palco na área de comunicação, era a primeira vez que iria redigir uma reportagem no computador, tirar fotos e lançar em um site, sem a necessidade de usar a sua voz tão conhecida por todos.

Em 09 de Junho de 2003 iniciou-se o euclidesdacunha.com. Uma novidade para a cidade de Euclides da Cunha que, naquela época, o acesso à Internet era precário, como também a falta de conhecimento de muitos sobre o que era um site, se tornaram uma barreira que conseguimos romper, e ser, o que é hoje, o maior site de notícias da região.

No início tudo era difícil. Precisávamos de anunciantes para manter as despesas. Alguns comerciantes acreditaram em nosso trabalho e anunciaram as suas marcas em nosso site. Já outros, diziam que “esse negócio de site não era para Euclides da Cunha.

 

O site euclidesdacunha.com, em pouco tempo de funcionamento, já era referência para diversos sites que surgiram na região. Com o trabalho de toda a equipe e principalmente de José Dilson, começou a ganhar milhares de visitantes diariamente, em mais de 190 países.

José Dilson, com suas reportagens bem elaboradas, mostrou aos leitores o seu conhecimento imenso sobre as histórias do nosso município durante toda a sua permanência no euclidesdacunha.com.

Ganhou respeito e admiração de todos que acompanharam nos seus 16 anos, 1 mês e 25 dias a frente da equipe de reportagem do site. Ganhou amigos, colegas, confiança, credibilidade, liderança, prêmios... Ganhou aquilo que merecia em virtude do seu inesquecível trabalho.

Inúmeras reportagens feitas por ele repercutiram e muito, até nacionalmente. A sua credibilidade ao escrever e publicar levou-o a um patamar elevado em reconhecimento e referência para os demais colegas de profissão.

Acompanhei, por diversas vezes, a forma que ele ficava sabendo da notícia. Seguia para o local, entrevistava os envolvidos na história, registrava em fotografia, fazia as suas anotações em bloquinhos de papel ofício, voltava para a central do site e lá, em sua mesa exclusiva, começava a digitar. Ficávamos até a madrugada, ele preparando a reportagem e eu aguardando para lançar no site, e como de costume, me contando diversas histórias.

Em suas últimas publicações no site, antes de ser internado no Hospital Português, em Euclides da Cunha, posteriormente transferido para o Hospital Português, em Salvador, em vídeos e texto, fez menções ao movimento da BR 116, preparativos para a feira livre no centro de abastecimento e a um acidente ocorrido na mesma rodovia 116, dias antes. Os vídeos foram publicados no Instagram do site euclidesdacunha.com no dia 01 de Agosto e o texto na seção Euclides Acontece (página inicial do site) e assinada por José Dilson Pinheiro no dia 31 de Julho de 2019.


Sorriso fácil, voz marcante, gargalhadas ao contar e ouvir histórias, jeito prestativo com todos, foram, sem dúvida, as lembranças que ficaram para muitos que conheciam José Dilson.

Ao partir para o plano superior em 04 de Agosto de 2019, ele deixou um legado. Ganhou muitas homenagens em sua despedida. Muitos colegas, amigos, familiares e admiradores foram dar o último adeus ao, agora então,saudoso José Dilson.

Mas fica a imagem dele, como essa que está na foto, sempre sorridente, como uma das maiores lembranças que todos nós devemos ter.

Dilson, como muitos o conheciam. Tio Dilson, como eu sempre o chamava. Assim era a relação de tio e sobrinho que sempre trabalharam juntos para fazer do site euclidesdacunha.com o maior veículo de comunicação que Euclides da Cunha já teve.

Fica com Deus, Tio Dilson e obrigado por tudo.

Danilo Marcel Pinheiro
Fundador do site euclidesdacunha.com

4 respostas para “06 MESES SEM JOSÉ DILSON PINHEIRO”

  1. Conheci ele na cidade de Adustina na Prefeitura Municipal , eu não imaginava se esse rapaz tinha falecido.
    Conheci ele em 2008
    Descanse em paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *