Paralisação dos Correios já dura uma semana

Em Euclides da Cunha, onde há uma agência da empresa, serviços de e entrega foram afetados

A nova paralisação dos Correios já dura uma semana. O movimento paredista iniciou oficialmente no dia 17 de agosto. Em Euclides da Cunha, onde há uma agência da empresa, as atividades de entrega e atendimento foram afetados, seguindo o calendário de mobilização dos servidores.

De acordo com a FINDECT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), a decisão de greve continuará por tempo indeterminado, o que motivou tal paralisação foi uma decisão de retirada de 70 cláusulas que previam direitos importantes para a categoria, como alguns benefícios, vale alimentação, auxílio creche, indenização de morte, auxílio para filhos com deficiência e etc.

No último domingo, em geral, os Correios promoveram no final de semana um mutirão de entregas para minimizar o impacto da paralisação

Uma resposta para “Paralisação dos Correios já dura uma semana”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *