Luan Santana: Duas lições importantes sobre a vida

Quem viveu o bastante para sentir na pele tristezas e amarguras de algumas experiências significativas, sabe bem do que estou falando.

A vida passa e é certo que precisamos aproveitá-la, mas não se espante se no meio do caminho você se deparar com dias difíceis e situações impossíveis que lhe marcarão para sempre.

Quem nunca se machucou tentando acertar? Ou quem nunca errou tentando se curar? Cada pessoa tem sua própria jornada, por isso que todos precisam aprender as suas próprias lições. Embora possamos aprender com os erros dos outros, algumas coisas só entenderemos quando sofrermos em nossa própria pele.

Aproveitar a vida, portanto, não se trata apenas das coisas boas que ela nos proporciona, é também aceitar que ninguém passa por ela ileso. Erramos, perdemos e nos arrependemos. Sim, a vida deixa marcas profundas que embora ela passe e mude com o tempo, tais cicatrizes permanecem com a gente como um memorial que nos lembram que não há segredo: é viver para aprender, é aprender para viver.

Não há como fugir da dor, mas quem disse que ela deve ser evitada? Claro que não, afinal como amadureceríamos se tudo na vida fosse como a gente quer?

Dias ruins também devem ser aproveitados, pois são aquela parte de nossa história que muitas vezes não queremos lembrar, mas que com certeza foram momentos que nos deram motivação suficiente para nos conectarmos com a íntima e poderosa necessidade de provocarmos mudanças importantes.

Qual foi a dor que mais te motivou a mudar?

Psicólogo Luan Santana
CRP: 03/11290

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.