Entrevista: Secretário fala sobre os estudos remotos em Euclides da Cunha

O município de Euclides da Cunha retomou nesta segunda-feira, 20 de julho, as aulas em toda a rede pública de ensino. A novidade, já que estamos em época de pandemia do coronavírus, é que os estudos estão sendo de forma remota, ou seja, os alunos fazem as atividades de casa e interagem com professores através de plataformas e canais digitais.

Como tudo que é novo causa espanto, essa modalidade de ensino e aprendizado também despertou comentários de muitos pais e alunos na cidade. Em fase inicial, de implantação e adequação por parte de todos, o site Euclidesdacunha.com convidou o Secretário Municipal da Educação Marcelo Cardoso para falar um pouco mais sobre os Estudos Remotos. O resultado dessa entrevista você confere a seguir.

Como nasceu a proposta de estudos remotos?

Nasceu da necessidade de se ofertar um mínimo de carga horária necessária para os estudantes, de acordo com o que orienta o parecer 05/2020 do CNE [Conselho Nacional da Educação], com respeito a oferta de atividades não presenciais.

Além do fato de os estudos serem em casa, o que mais mudou nessa nova forma de ensinar e de aprender?

Mudou a dinâmica, a metodologia, a necessidade de haver um acompanhamento mais próximo da família, e que esta família seja realmente parceira da escola e contribua significativamente no processo educacional de seus filhos; e quanto a forma de ensinar mudou tudo, os professores têm que criar várias estratégias que possibilitem alcançar o objetivo pretendido que é a aprendizagem dos estudantes.

Como serão as avaliações?

As avaliações terão os aspectos qualitativos sobrepostos aos quantitativos, visando pela avaliação formativa acontecendo paulatinamente durante todo o processo, buscando diagnosticar e redirecionar as ações pedagógicas por meio das observações feitas pelos envolvidos, tais como relatos, questionários de auto avaliação, pesquisas bem como pelo retorno das atividades realizadas.

Com esse retorno às aulas, será possível concluir o ano letivo de 2020?

De acordo com as orientações do CNE e do MEC, com essa ação é possível validar o ano letivo de 2020, sim.

Como foi ou está sendo a aceitação de alunos e pais nessa nova forma de aprendizado?

Tem sido muito boa, a grande maioria dos pais e estudantes tem entendido a necessidade de aplicação desta proposta para validar o ano letivo em curso e os estudantes já estavam ansiosos pelo retorno de sua rotina, ainda que modificada.

É possível manter o nível de aprendizado e de qualidade do ensino nessa proposta remota?

A proposta é nova, e tudo que é novo traz medo, porém é possível manter a qualidade do ensino em muitos aspectos, sim, pois temos profissionais comprometidos, que estão há duas semanas se debruçando em novas estratégias de ensino, em metodologias ativas e inovação tecnológica a fim de garantir essa qualidade do ensino. Porém, é necessário que a família seja também nossa parceira, pois ela terá um papel fundamental nesse processo.

2 respostas para “Entrevista: Secretário fala sobre os estudos remotos em Euclides da Cunha”

  1. Muito boa iniciativa . Com a ajuda indispensável da família essa modalidade tem tudo para render bons frutos. O processo do aprender não pode ficar parado. A educação euclidense conta com profissionais excelentes. Boa sorte a todos !

  2. Não há dúvida de que o projeto é excelente, porque não afasta o público discente da prática da aprendizagem. Entretanto, há crianças pobres que não dispõem de equipamentos tecnológicos que atendam as expectativas do projeto que é excelente; por outra parte há famílias e grupos familiares não escolarizados que terão condições de auxiliar os seus filhos e filhas nas demandas pedagógicas escolares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *